PROCESSO ALTERNATIVO PARA A INDUSTRIALIZAÇÃO DA PELAGEM DE SUÍNOS VISANDO A EXTRAÇÃO DE QUERATINA

Autores

Palavras-chave:

Pelagem suína, hidrólise alcalina, resíduos de abate

Resumo

As atividades industriais de abate de suínos são responsáveis pela geração de grandes quantidades de resíduos sólidos. No presente trabalho explicita-se o potencial de aproveitamento que apresenta a pelagem de suínos. Neste contexto, o objetivo geral do trabalho foi o desenvolvimento de métodos e processos alternativos para o aproveitamento não convencional da pelagem de suínos como matéria prima para a obtenção de produtos de valor agregado numa escala industrial. Os resultados mais relevantes foram os processos não convencionais (numa escala industrial) para a obtenção de queratina líquida e sólida. O desenvolvimento do processo alternativo teve como base os testes na escala laboratorial e respectivas análises que permitiram a validação dos resultados. De modo geral, foram explicitados os processos e suas respectivas condições operacionais complementadas com o balanço de massa total e parcial dos processos de transformação numa escala industrial. Os resultados do desenvolvimento do processo para extração de queratina mostraram ser eficazes na hidrólise alcalina utilizando hidróxido de sódio 1,25 mol.L-1 em temperatura de 45 °C, por um período de 270 minutos. Estes resultados evidenciaram a possibilidade de utilização do pelo suíno na forma de pó, para obtenção de queratina líquida, além de poder ser utilizado o produto líquido para gerar a queratina sólida. Desta forma, contribui-se com processos não convencionais para a industrialização dos resíduos de abatedouros.

Downloads

Publicado

12-07-2023