ANÁLISE COMPARATIVA DA CONTRIBUIÇÃO DE UM ATERRO SANITÁRIO PARA A DESTINAÇÃO AMBIENTALMENTE ADEQUADA DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS NA REGIÃO SUL DO BRASIL

Autores

  • Wilian da Silva Lorensi UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL
  • Cristine Santos de Souza da Silvar UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL

Palavras-chave:

Resíduos Sólidos Urbanos; Aterro Sanitário; Disposição Ambientalmente Adequada

Resumo

A criação da Lei 12.305 (2010) que instituiu a Política Nacional dos Resíduos Sólidos tinha dentre suas metas a eliminação da destinação ambientalmente inadequada dos resíduos sólidos urbanos no Brasil. Este artigo apresenta um estudo de caso realizado em um Aterro Sanitário localizado no município de Candiota, na região sudoeste do Estado do Rio Grande do Sul. A metodologia utilizada foi a realização de pesquisa a base de dados públicos sobre geração e destinação de resíduos sólidos na região Sul do Brasil, juntamente com os dados obtidos referentes aos quantitativos de resíduos sólidos urbanos dispostos no Aterro Sanitário do estudo durante um período de dez anos. Os resultados encontrados demonstram que o Aterro Sanitário de Candiota, no período analisado, teve uma contribuição de 3,17% do valor total dos resíduos sólidos urbanos da região Sul do Brasil que foram destinados em aterros sanitários. No ano de 2020, que foi o ano em que teve maior contribuição devido ao maior número de municípios atendidos, o aterro sanitário recebeu cerca de 4,80% dos resíduos sólidos urbanos que são destinados de forma ambientalmente adequada na região Sul do Brasil.

Downloads

Publicado

12-07-2023