ESTRATÉGIA DE CONVERSÃO TERMOQUÍMICA DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS

Autores

  • Fábio Cordeiro de Lisboa Universidade de Brasília
  • Carlos Alberto Gurgel Veras Universidade de Brasília
  • Antônio César Pinho Brasil Júnior Universidade de Brasília

Palavras-chave:

Remediação ambiental; Aterro sanitário de Brasília; Processamento termoquímico.

Resumo

O artigo traz uma análise da coleta de resíduos sólidos no Distrito Federal, em particular o aquele destinado ao aterro sanitário da Estrutural, já desativado. Com o objetivo de promover a remediação ambiental da área, são analisados diferentes processos termoquímicos para aproveitando o lixo minerado na conversão energética. Após uma criteriosa amostragem, a caracterização do material coletado foi feita em duas estratégias: uma com o rejeito sem nenhum tratamento térmico, a fim de medir o potencial energético e outra com as frações obtidas após exposição ao calor em forno mufla. Como resultados observou-se que foram enterradas 19.724.915 toneladas de resíduos, em sua maior parte sem seleção prévia. Mediu-se um poder calorífico inferior base úmida (PCI(bu)) de 2,3 MJ/kg, para uma umidade de 22,7%. Com este valor é possível a conversão de até 11.341 GWh em calor ou 2.520 GWh em eletricidade. O material sólido resultante apresentou características de inerte e descontaminado, próprios para ser reinserido ao meio ambiente, reduzindo o impacto ambiental.

Downloads

Publicado

07-08-2021