USO DO VINHOTO ASSOCIADO AO LODO DE CURTUME LIQUIDO NO DESENVOLVIMENTO DE MUDAS DE CAFÉ CONILON

Autores

  • Lucas Alves Rodrigues Instituto Federal do Espirito Santo (Ifes – campus Alegre)
  • Sávio da Silva Berilli Instituto Federal do Espirito Santo (Ifes – campus Alegre)
  • Ana Paula Candido Gabriel Berilli Instituto Federal do Espirito Santo (Ifes – campus Alegre)
  • Vinicius Rodrigues Ferreira Instituto Federal do Espirito Santo (Ifes – campus Alegre)
  • Leonardo Martineli Instituto Federal do Espirito Santo (Ifes – campus Alegre)

Palavras-chave:

Agricultura; Fertilizante alternativo; Sustentabilidade.

Resumo

O cultivo de mudas de café ganhou espaço no mercado brasileiro, favorecendo principalmente a agricultura familiar, onde um dos desafios é reduzir o custo de produção. O objetivo do trabalho foi avaliar o efeito de diferentes concentrações de lodo de curtume associado ao vinhoto como fertilizante foliar no desenvolvimento de mudas de café conilon. O experimento foi conduzido em delineamento inteiramente casualizado, com 6 tratamentos (nitrogênio + potássio (N + K), 10% de lodo de curtume (L) + 90% vinhoto (V), 25% de L + 75% de V, 50% de L + 50% de V, 75% de L + 25% V e 90% L + 10% V), 10 repetições e 10 plantas em cada parcela. As características avaliadas foram: área foliar (AF); altura da planta (AP); comprimento da raiz (CR); diâmetro do caule (DCa); diâmetro da copa (DCo) e número de folhas (NF). Em comparação ao N + K para todos os parâmetros avaliados nas concentrações dos resíduos, o comportamento da curva obteve valores superiores, com picos de regressão estimados em: 50,4% V + 49,6% L para NF; 48,7% V + 51,3% L para AP; 66% V + 34% L para DCo; 61,3% V + 38,7% L para DCa; 50,1% V + 49,9% L para AF; e 44% V + 56% L para CR. Os melhores resultados para as características de desenvolvimento de plântulas, quando comparados ao tratamento com nitrogênio + potássio, foram estimados entre 44% vinhoto + 56% lodo de curtume e 66% vinhoto + 34% lodo de curtume. 

Downloads

Publicado

07-08-2021